Página Inicial

“A Personalização da Política no Século XXI – Um Projecto de Pesquisa sobre Eleições Democráticas” – PTDC/CPJ-CPO/120295/2010 – Financiado pela FCT

O principal objetivo do projeto é uma análise estruturada da importância dos líderes para o voto em Portugal e num conjunto de democracias contemporâneas. Pretende-se compreender a contribuição que é dada pela personalização da política para a qualidade das democracias consolidadas. Estudos que se têm debruçado sobre a relação entre partidos e instituições políticas têm concluído que existe uma personalização da política. Essa tendência é muitas vezes interpretada como um sinal do declínio do conteúdo político nas escolhas eleitorais. Nesta ótica, a importância dos líderes para os desfechos eleitorais representa o declínio da responsabilização desejada entre votantes e políticos: os eleitores estariam a ser atraídos por meras imagens mediáticas em vez de mobilizados partidariamente. No entanto, só será esse o caso se empiricamente se determinar que os líderes são mais importantes enquanto determinantes do voto em contextos em que a responsabilização é menor, se eles forem importantes devido às suas características pessoais, ou se importarem especialmente para aqueles que detêm menos conhecimentos políticos. Pelo contrário, se os líderes forem especialmente importantes devido aos cargos políticos e partidários que ocupam, ou para aqueles que são politicamente mais informados, temos de concluir que a importância dos líderes é sinónimo de um eleitorado mas politizado, e mais racional.